Parcerias

Núcleos

Expandir tudo

Belo Horizonte Expandir

CPC BH Centro Expandir

O Centro de Prevenção à Criminalidade (CPC) Centro, de Belo Horizonte, foi inaugurado em março de 2006, tendo sede inicial na Av. Amazonas. Em 2010, devido ao aumento das demandas e do quadro de pessoal, o CPC passou a funcionar na Rua Espírito Santo.

Na unidade atuam o Programa de Inclusão Social do Egresso do Sistema Prisional (Presp) e a Central de Acompanhamento às Penas e Medidas Alternativas (Ceapa). Até outubro de 2009, mais de 16 mil usuários de toda a capital haviam sido atendidos e encaminhados pelos programas no CPC.

Dentre os projetos desenvolvidos pelo CPC estão: pela Ceapa, o Projeto Temático 'Vida Segura', Projeto Temático de Drogas – Grupo de Reflexão, Projeto Temático Meio Ambiente e o Projeto Temático Violência de Gênero/Maria da Penha, em parceria com o Instituto ALBAM; já da parte do PrEsp, o Projeto Regresso,  '(Re)conhecer-se', Dia da Mulher, além dos Grupos de Reflexão com mulheres na PIEPI e o ‘T-Ser’.

A equipe do Centro é composta, atualmente, por 68 funcionários, dentre gestão, técnicos, estagiários, serviços gerais, auxiliares administrativos, motoristas e vigilantes.

CPC Centro – BH 
Rua Espírito Santo, 466, 10° andar
Centro – Belo Horizonte/MG
(31) 2129-9392 | 2564 | 2572
 


Fotos:

Oficina de mosaico - PrEsp (Crédito da foto: Ana Carolina Jácome) Oficina de mosaico - PrEsp (Crédito da foto: Ana Carolina Jácome) Oficina de mosaico - PrEsp (Crédito da foto: Ana Carolina Jácome) Oficina de mosaico - PrEsp (Crédito da foto: Ana Carolina Jácome) Oficina de mosaico - PrEsp (Crédito da foto: Ana Carolina Jácome)

CPC Cabana Expandir

O Centro de Prevenção à Criminalidade (CPC) Cabana foi inaugurado em fevereiro de 2005 e tem uma atuação que se estende sobre os bairros Nova Gameleira, Vista Alegre, Nova Cintra e Madre Gertrudes, além do próprio Cabana do Pai Tomás, na região oeste de Belo Horizonte. A equipe de atendimento possui, hoje, 11 pessoas entre gestão, equipe técnica, estagiários e auxiliares administrativos.  

Entre os projetos de destaque do CPC, o projeto temático do Programa Mediação de Conflitos sobre resíduos sólidos, ‘De olho no Cabana’, promove a interação da equipe com os moradores, trabalhando problemas com relação ao lixo, que foram identificados em fórum comunitário realizado em 2010.

 

Além dessa ação, as equipes do Fica Vivo! e Mediação de Conflitos estão desenvolvendo, em conjunto, o Projeto de Diagnóstico das Instituições Locais, visando conhecer as instituições parceiras, mapear a rede social local e ampliar o conhecimento sobre as comunidades. 
 
Entre outras atividades desenvolvidas pelas equipes do CPC estão: 'Lixo é a maior sujeira', 'Fica Limpo'
 
CPC Cabana
Rua São Geraldo, 110
Cabana do Pai Tomás – Belo Horizonte/MG
(31) 3321-3447 | 3386-1227
 


 

Fotos:

Jovens Mediadores - NPC Cabana Jovens Mediadores - NPC Cabana Oficina de artesanato - NPC Cabana (Crédito: Ana Carolina Jácome) Oficina de artesanato - NPC Cabana (Crédito: Ana Carolina Jácome) Oficina de artesanato - NPC Cabana (Crédito: Ana Carolina Jácome)

CPC Conjunto Esperança/Vila Cemig Expandir

Inaugurado em 2006, o Centro de Prevenção à Criminalidade (CPC) Barreiro atende às comunidades da Vila Cemig, Conjunto Esperança e Alto das Antenas, em Belo Horizonte, por meio do Fica Vivo! e Mediação de Conflitos. Entre os principais projetos desses programas de prevenção na região estão: ‘Periferia Colorida’, ‘Identidades’, ‘Mostra Cultural Hip Hop’, ‘Lixo: Educação

‘Pode crê’ e o ‘Seminário sobre Violência Doméstica’.

A equipe do Centro de Prevenção é composta por 17 pessoas dentre gestão, técnicos, estagiários, auxiliares administrativos, motoristas e vigilantes.

 

Rua A, 10

 

Conjunto Esperança/Vila Cemig – Belo Horizonte/MG

 

(31) 3381-5557 | 5712

 

 

 

Fotos:

Periferia Colorida Periferia Colorida Periferia Colorida Periferia Colorida

CPC Jardim Felicidade Expandir

 

Centro de Prevenção à Criminalidade (CPC) Jardim Felicidade, na região Norte de Belo Horizonte, foi inaugurado em dezembro de 2005 pela Secretaria de Estado de Defesa Social (SEDS/MG). No local, são desenvolvidas as atividades dos programas de prevenção Fica Vivo! e Mediação de Conflitos. O trabalho do CPC abrange os bairros Jardim Felicidade e Tupi.

 

Ao todo, o programa Fica Vivo! atende a aproximadamente 400 jovens em 24 oficinas e projetos como as ‘Tardes Culturais’, o grupo de teatro ‘Fragmentos’ e o ‘Encontro de Games’. Dentre os projetos do Programa Mediação de Conflitos estão o ‘Felicidade Mostra a Sua Arte’, ‘Tecendo Vidas’ e o documentário ‘Momentos’. Além disso, o CPC já promoveu dois seminários locais que debateram junto à comunidade temas como a ‘prevenção ao uso de álcool e drogas’.

 

 

A equipe do Centro de Prevenção é composta por 20 pessoas entre gestão, técnicos, estagiários, auxiliares administrativos, vigias, serventes e motoristas.
 

 

CPC Jardim Felicidade
Rua Tenente João Ferreira, 85
Jardim Guanabara – Belo Horizonte/MG
(31) 3435-3569 | 1381

 

 

Fotos:

Momentos (Crédito: Ana Paula Ferreira) Exposição Caras do Morro (Crédito: Paulo Proença) Momentos (Crédito: Ana Paula Ferreira) Nova sede NPC Jardim Felicidade Nova sede NPC Jardim Felicidade

CPC Jardim Leblon Expandir

O Centro de Prevenção à Criminalidade (CPC) Jardim Leblon, na região norte da capital mineira, foi inaugurado em dezembro de 2009. O Centro é sede dos programas de prevenção social à criminalidade Fica Vivo! e Mediação  de Conflitos, que atendem às comunidades dos bairros Jardim Leblon, Vila Apolônia e Vila do Índio.

Dentre os projetos desenvolvidos pelo Centro de Prevenção, em 2011 e 2012, pode-se destacar o ‘Cine Cras’, ‘Grupo de mulheres’, ‘Juventude em Foco’ e ‘Encontro com as famílias’.

A equipe do Centro de Prevenção é composta, atualmente, por 13 pessoas dentre gestão, técnicos, estagiários, serviços gerais, auxiliares administrativos, motoristas e vigilantes.

CPC Jardim Leblon
Rua Inglaterra, 226
Jardim Leblon – Belo Horizonte/MG
(31) 3450-7963 | 3451-3596

Fotos:

CPC Minas Caixa Expandir

O Centro de Prevenção à Criminalidade (CPC) Minas Caixa, na região norte da capital mineira, foi inaugurado em outubro de 2008. A partir do Centro desenvolvem seus trabalhos os programas de prevenção social à criminalidade Fica Vivo! e Mediação de Conflitos, que atendem às comunidades dos bairros Minas Caixa, Minas Caixa B e Serra Verde.

Dentre os trabalhos desenvolvidos pelo Centro de Prevenção, em 2011 e 2012, estão o ‘Projeto  fala família’ ‘Projeto entendendo a saúde mental’, ‘Projeto  cidadania em foco’, ‘Projeto vamos meter a colher’ e o ‘Projeto Com-Vida!’.

A equipe do Centro de Prevenção é composta, atualmente, por 13 pessoas dentre gestão, técnicos, estagiários, serviços gerais, motoristas e vigilantes.
 

CPC Minas Caixa
Rua Manuel Cunha, 01
Minas Caixa – Belo Horizonte/MG
(31) 3451-3568 | 7329

 

 

Fotos:

Núcleo do Minas Caixa, recentemente inaugurado

CPC Morro das Pedras Expandir

Primeiro Centro de Prevenção à Criminalidade (CPC) de Minas Gerais, implantado em 2004 pela Secretaria de Estado de Defesa Social, o CPC Morro das Pedras foi o local escolhido para receber o projeto piloto do Fica Vivo!. No ano seguinte, o CPC também recebeu o Programa Mediação de Conflitos. Hoje, a equipe composta pela gestão, técnicos sociais, estagiários e auxiliares administrativos reúne 12 pessoas.  
 
Entre os principais projetos desenvolvidos atualmente pelas equipes técnicas estão o ‘Torneio de Integração Fica Vivo! Morro das Pedras e Ventosa’, que já está em sua IV edição, e os projetos do Mediação de Conflitos junto aos moradores dos conjuntos habitacionais construídos pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), visando à organização condominial.
 
A atuação do CPC beneficia os moradores das comunidades do Morro das Pedras, Vila Leonina, Vila Antena, São Jorge I e II, Cascalho, Pantanal, Santa Sofia e a região da Vila Ventosa.
 
CPC Morro das Pedras
Endereço: R. Gama Cerqueira, 1117
Jardim América - BH - MG
(31) 3377-8657 | 3377-8626

 

Fotos:

Seminário contra a exploração sexual Projeto Faba Bem Moro, no NPC Morro das Pedras Oficina de capoeira no NPC Morro das Pedras Oficina de circo no NPC Morro das Pedras Oficina de circo no NPC Morro das Pedras

CPC Pedreira Prado Lopes Expandir

 Centro de Prevenção à Criminalidade (CPC) Pedreira Prado Lopes, na região Noroeste de Belo Horizonte, atende às comunidades da Pedreira Prado Lopes e da Vila Nosso Senhor dos Passos, próximas ao centro da capital. O espaço foi inaugurado em 2004 e inicialmente recebeu a equipe técnica do programa Fica Vivo!. No de 2005, o Programa Mediação de Conflitos foi implementado na comunidade.  

Entre as atividades recentes de destaque do programa Fica Vivo! estão a ‘Mostra Cultural’ e o ‘1º Torneio Esportivo’.Já do Mediação, pode-se mencionar os projetos ‘Prolixo a gente se lixa’ e a articulação com a Coopersol. Também recentemente, o CPC PPL promoveu um debate sobre o crack que causou grande repercussão junto a representantes de entidades e instituições parceiras, a partir de demanda que surgiu em Fórum sobre Redes Sociais.
 
A equipe técnica do CPC é composta por 15 funcionários entre gestão, técnicos sociais, estagiários, auxiliares administrativos, vigias, serventes e motoristas.  
 

CPC PPL
Rua Marcazita, 238
São Cristovão – Belo Horizonte/MG
(31) 3422-5693 | 5567
 
 
 

 

Fotos:

Oficina de artesanato Fica Vivo! Oficina de artesanato Fica Vivo! Oficina de percussão Fica Vivo! (Crédito: Ana Paula Ferreira) Grupo de percussão Fica Vivo! (Crédito: Ana Paula Ferreira) Caravana Comunidade Segura (Crédito: Ana Paula Ferreira)

CPC Ribeiro de Abreu Expandir

O Centro de Prevenção à Criminalidade (CPC) Ribeiro de Abreu foi inaugurado em 2004 e atende às comunidades do Paulo VI, Conjunto Paulo VI, Ribeiro de Abreu, Novo Aarão Reis e Conjunto CBTU, na região Norte de Belo Horizonte. Aí, o CPC oferece às comunidades locais oficinas e projetos dos programas de prevenção social à criminalidade Fica Vivo! e Mediação de Conflitos.

Dentre os projetos realizados pelas equipes técnicas estão: ‘Semana de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes’, ‘Na correria com o Fica Vivo!’, ‘Mais sabor pra vida’, ‘Rede prevenida, comunidade ativa’, ‘Nosso Onça’, além do ‘Jogo da Mediação’, ‘Minha casa passado a limpo’ e a criação do ‘Centro Cultural Toca da Onça’.

A equipe do Centro de Prevenção é composta por 14 pessoas dentre gestão, técnicos, estagiários, auxiliares administrativos, motoristas e vigilantes.

CPC Ribeiro de Abreu
Rua Feira de Santana, 12
Ribeiro de Abreu – Belo Horizonte/MG
(31) 3435-9583 | 3434-2540 

Fotos:

Na correria com o Fica Vivo! (Crédito: Paulo Proença) Na correria com o Fica Vivo! (Crédito: Paulo Proença) Na correria com o Fica Vivo! (Crédito: Paulo Proença) Na correria com o Fica Vivo! (Crédito: Paulo Proença) Na correria com o Fica Vivo! (Crédito: Paulo Proença)

CPC Santa Lúcia Expandir

O Centro de Prevenção à Criminalidade (CPC) Santa Lúcia está completando, agora em 2011, cinco anos de atividades. O CPC funciona como base de atuação do Programa Fica Vivo! que, dali, atende a jovens do Santa Lúcia e também do Morro do Papagaio, além das vilas Estrela e Esperança, na região Centro Sul de Belo Horizonte. Ao todo, são 25oficinas oferecidas, nas áreas artísticas estão as de capoeira, percussão, pintura, grafite, artesanato; de esporte tem oficina de futebol de rua e de campo, futsal, jiu jitsu, basquete, handebol, vôlei e tênis, além das oficinas de inclusão produtiva como as de beleza na vila, corte artístico e silk.

Em meio às atividades, só esse ano, os jovens atendidos já criaram uma publicação, participaram de grandes eventos como a Feira de Artesanato no Expominas e vão aparecer na televisão: em novembro, jovens da oficina de beleza do Fica Vivo! participaram da gravação do programa Brasil das Gerais, da Rede Minas. Parcerias com instituições da rede local, também aparecem entre as ações de destaque desta temporada. Em maio, o CPC Santa Lucia inaugurou, em parceria com a ONG ‘Grupo de Amigos da Criança’, o Centro Cultural Casa Nova. O objetivo é proporcionar cada vez mais opções ao público.
 

CPC Santa Lúcia
Rua São Tomás de Aquino, 440
Santa Lúcia – Belo Horizonte/MG
(31) 3297-5975
 

 

Fotos:

Favela Samba Soul (Crédito: Paulo Oliveira) Favela Samba Soul (Crédito: Paulo Oliveira) Favela Samba Soul (Crédito: Paulo Oliveira) Favela Samba Soul (Crédito: Paulo Oliveira) Favela Samba Soul (Crédito: Paulo Oliveira)

CPC Serra Expandir

O Centro de Prevenção à Criminalidade (CPC) Serra, na Região sul da capital mineira, foi inaugurado em julho de 2006. O Centro é sede do programa de prevenção à criminalidade Fica Vivo!, que atende no local aos jovens do aglomerado da Serra, além de moradores das Vilas Marçola, Fátima, Conceição e Aparecida, e ainda a comunidade do Novo São Lucas, Fazendinha e Santana do Cafezal.

Dentre os projetos temáticos apresentados pelo Centro de Prevenção, em 2011 e 2012, estão o II Festival de Futebol, Grupo de Jovens, Tarde Cultural, Parceria Projeto Semearte, Roda de Conversa: Oficineiros e Grupamento Gepar e III Festival de Futebol.

A equipe do Centro de Prevenção é composta, atualmente, por seis pessoas dentre gestão, técnicos, estagiários, serviços gerais, motoristas e vigilantes.
 

CPC Serra
Rua Engenheiro Lucas Júlio de Proença, 73, 2º andar
Vila Marçola/Serra – Belo Horizonte/MG
(31) 3221-5990

Fotos:

Peça É ou não É (Crédito: Ana Carolina Jácome) Peça É ou não É (Crédito: Ana Carolina Jácome) Peça É ou não É (Crédito: Ana Carolina Jácome) Oficina de artesanato - NPC Serra Oficina de Dança de Rua, no NPC Serra

CPC Taquaril Expandir

 

Inaugurado em 2004, o CPC Taquaril recebeu o Fica Vivo! no mesmo ano e, no seguinte, o Programa Mediação de Conflitos (PMC). Com 37 oficinas, o Fica Vivo! consegue atender cerca de 700 jovens na região de abrangência do CPC, que inclui ainda os bairros Alto Vera Cruz, Granja de Freitas e Castanheiras, na região lestede Belo Horizonte. Os moradores dessas regiões são beneficiados ainda com as ações promovidas pela equipe do Programa Mediação de Conflitos.  

 

Entre os projetos de destaque do Fica Vivo!, neste ano, estão o ‘Mãos em Ação’, o projeto ‘Férias no Taquaril’ e a participação de oficinas em diversos eventosrealizados por instituições da rede parceira na região. Já a equipe do PMC realizou o ‘Em Familia’, a capacitação em mediação de conflitos para guardas municipais que atuam no Abrigo Granja de Freitas, Abrigo Pompéia e Republica Reviver, e, no mês de novembro, uma ação de finalização do projeto ‘Construindo uma cultura de paz no Granja de Freitas’. Ao todo, 18 funcionários entre gestor, técnicos sociais, estagiários e auxiliares administrativos, compõem o atual quadro de colaboradores do CPC.                                                

 

 

 
CPC Taquaril
Rua Francisco Xeres, 120
Taquaril – Belo Horizonte/MG
(31) 3483-2366 | 2364

 

Fotos:

Oficina de artesanato - NPC Taquaril Oficina de artesanato - NPC Taquaril Oficina de artesanato - NPC Taquaril Reunião da rádio comunitária do Taquaril Rádio comunitária do Taquaril

Região Metropolitana Expandir

CPC Betim Expandir

A Política de Prevenção Social à Criminalidade atua em Betim desde 2005, quando foi inaugurado o primeiro Centro de Prevenção à Criminalidade (CPC) no município. O espaço recebeu os programas de base comunitária Fica Vivo! e Mediação de Conflitos. No mesmo ano, foi implantando o segundo ‘Núcleo’ (como eram chamados os CPCs, na época) no centro da cidade, para a execução do Presp e da Ceapa. Em setembro de 2008 e em novembro de 2009, outros dois CPCs foram implantados na regional PTB e na Citrolândia, onde Fica Vivo! e Mediação receberam novas equipes. Juntos, os quatro CPCs de Betim reúnem, hoje, uma equipe de 65 funcionários, entre gestores, técnicos sociais, estagiários, auxiliares administrativos e motoristas.

Neste ano, entre os projetos temáticos que podem ser destacados, estão: ‘Melhor Idade em Pauta, mostras culturais e a primeira edição da Caminhada pela Paz (CPC Citrolândia); projeto ‘Tempo de Planejar’, voltado à questão do planejamento familiar, e cursos profissionalizantes para jovens da Vila Recreio, em parceria com o Pronasci (CPC Jardim Teresópolis); Dia da Beleza e Escola em Ação (CPC PTB); sem falar na sequencia de encontros da Ceapa com a rede parceira, que ficou conhecida como ‘Feito a várias mãos’, e nos mais de 50 grupos do PrEsp de promoção à cidadania com egressos (CPC Centro).
 
CPC Centro - Betim
Rua Felipe dos Santos, 289
Centro – Betim/MG
(31) 3531-7591| 3591-6899

CPC Citrolândia
Rua Dr. José Mariano, 743
Vila Nova – Betim/MG
(31) 3531-1223 | 2345

CPC Jardim Teresópolis
Rua Araçá, 31
Teresópolis – Betim/MG
(31) 3591-7422 | 6940

CPC PTB
Rua Rio Jaspes, 104
Jardim Santa Cruz – Betim/MG
(31) 3592-9419 | 9508
 
 
 

 


Fotos:

Inauguração do NPC PTB- Betim (Crédito da foto:Ana Carolina Jácome Inauguração do NPC PTB- Betim (Crédito da foto:Ana Carolina Jácome Reunião de Oficineiros, em Betim. (Crédito: Ana Carolina Jácome) Sede NPC Jardim Teresópolis, em Betim (Crédito: Ana Carolina Jácome Sede NPC Jardim Teresópolis, em Betim (Crédito: Ana Carolina Jácome

CPC Contagem Expandir

Segunda maior cidade da Região Metropolitana de Belo Horizonte, Contagem está equipada com dois Centros de Prevenção à Criminalidade (CPCs), onde são desenvolvidas as atividades dos programas Ceapa, Fica Vivo!, Mediação de Conflitos e Presp.

Os usuários da Ceapa e do Presp são atendidos pelas equipes técnicas que ficam no CPC Centro, que funciona desde 2002. Já o CPC Nova Contagem, que abrange os bairrosVila Esperança, Ipê, Retiro, Nova Contagem A e B, Estaleiro 1 e 2, Vila Renascer, foi inaugurado em 2005 e sedia os programas Fica Vivo! e Mediação de Conflitos.
 
Entre as ações de destaque da Prevenção no município estão os projetos ‘Mediadores Mirins’, 'Mediação Itinerante' e ‘Juntos pela Prevenção’, do Mediação; o ‘Reintegrar’ e o ‘Reinvenção’ do Presp; e a ‘Blitz Educativa’ da Ceapa. Já o Fica Vivo! possui 27 oficinas e atende a cerca de 650 jovens moradores da área de abrangência do CPC Nova Contagem. Inagurado recentemente, o CPC Ressaca promoveu a 'Semana da Prevenção', que apresentou para a comunidade, os trabalhos desenvolvidos pela equipes que atuam no CPC local.  
 
Os três CPCs contam com 35 funcionários entre gestão, técnicos sociais, estagiários, auxiliares administrativos, vigias, serventes e motoristas.
 

CPC Centro - Contagem
Praça Tiradentes, 75 - Mix Shopping, sala 212
Centro – Contagem/MG
(31) 3390-1465 | 3356-4558

CPC Nova Contagem
Avenida VP01, 1516, 2º andar
Nova Contagem – Contagem/MG
(31) 3392-8091 | 8039

CPC Ressaca
Rua Iguaçaba, 115
Vila Pérola/Ressaca – Contagem
(31) 3357-7823 / 7579
 

 

 

Fotos:

Mediação no NPC Nova Contagem Blitz Educativa Centec - NPC Contagem Blitz Educativa Centec - NPC Contagem Blitz Educativa Centec - NPC Contagem Blitz Educativa Centec - NPC Contagem

CPC Ribeirão das Neves Expandir

 

O primeiro Centro de Prevenção à Criminalidade (CPC) de Ribeirão das Neves, localizado no centro da cidade, foi inaugurado em 2004 pela Secretaria de Estado de Defesa Social. No entanto, a Central de Acompanhamento de Penas e Medidas Alternativas (Ceapa) já atuava em Neves desde agosto de 2002.
 
Segundo CPC do município, o Rosaneves abrange atualmente os bairros Rosaneves, Sevilha B e Barcelona, e começou a funcionar em novembro de 2005, recebendo os programas de base local, Fica Vivo! e Mediação de Conflitos. Em agosto de 2006 foi inaugurado o CPC Veneza, que tem como área de abrangência os bairros Veneza, Conjunto Henrique Sapori, Florença, San Genaro, Metropolitano e Fazenda Castro, e que conta, também, com os programas de base local.
 
As três unidades reúnem, ao todo, uma equipe de 40 pessoas, envolvendo gestão, técnicos sociais, estagiários e auxiliares administrativos.
 
Entre os projetos de destaque dos CPCs de Ribeirão das Neves estão: ‘Reciclando Vidas’, ‘Apito para Liberdade, um sopro de cidadania’, ‘Profissionalizar’ e ‘Sempre Bela’, do Programa de Inclusão Social de Egressos do Sistema Prisional (Presp); Grupos de Trânsito e do Artigo 28, além de fóruns, seminários e encontros de Rede, da Ceapa; mostras culturais e torneios de futebol, do programa Fica Vivo!; e projetos como ‘Biblioteca Comunitária’, ‘Temperando Vida’, ‘Girassol’, ‘Centro Cultural Construindo Diálogos’, ‘Reescrevendo Neves’ e o ‘1º Seminário de  Enfrentamento à Violência contra a Mulher de Ribeirão das Neves’, do Programa Mediação de Conflitos.
 
CPC Centro - Neves
Praça da Esplanada, 16
Centro – Ribeirão das Neves/MG
(31) 3625-4687 | 3624-6247

CPC Rosaneves
Rua Dália, 62
Rosaneves – Ribeirão das Neves/MG 
(31) 3625-8928 | 9317 

CPC Veneza
Av. Dionísio Gomes, 200 
Veneza – Ribeirão das Neves/MG
(31) 3626-3078 | 3176

 

Fotos:

Arte de todos nós, em Ribeirão das Neves Arte de todos nós, em Ribeirão das Neves (Crédito: Paulo Proença) Arte de todos nós, em Ribeirão das Neves (Crédito: Paulo Proença) Arte de todos nós, em Ribeirão das Neves (Crédito: Paulo Proença) Se essa rua fosse minha, em Ribeirão das Neves (Ana Carolina Jácome)

CPC Sabará Expandir

O Centro de Prevenção à Criminalidade (CPC) Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, foi inaugurado em junho de 2006. O Centro funciona como base de atuação dos programas Fica Vivo!, e Mediação de Conflitos, que atendem às comunidades dos bairros Nossa Senhora de Fátima, Mangueiras e Eucalipto.

Dentre os trabalhos desenvolvidos pelo Centro de Prevenção nos últimos dois anos, pode-se destacar o ‘Projeto todo dia é dia da mulher’ e o ‘Moça bonita’.

A equipe do Centro de Prevenção é composta, atualmente, por 16 pessoas dentre gestão, técnicos, estagiários, serviços gerais, motoristas e vigilantes.
 

CPC Sabará
Rua Minas Novas, 235 A
Nossa Senhora de Fátima – Sabará/MG
(31) 3672-2221 | 2600
 

Fotos:

Festival de Papagaio (Crédito: Paulo Proença) Festival de Papagaio (Crédito: Paulo Proença) Festival de Papagaio (Crédito: Ana Carolina Jácome) Festival de Papagaio (Crédito: Paulo Proença) Festival de Papagaio (Crédito: Ana Carolina Jácome)

CPC Santa Luzia Expandir

Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, possui hoje três Centros de Prevenção à Criminalidade (CPCs). Neles, atuam os programas de prevenção à criminalidade Fica Vivo! e Mediação de Conflitos, de base local, além da Central de Acompanhamento de Penas e Medidas Alternativas (Ceapa) e Programa de Inclusão Social de Egressos do Sistema Prisional (Presp), de base municipal.

O CPC Palmital foi o primeiro a ser inaugurado, em 2005, e atende aos bairros Palmital A e B, Nova Conquista, Nova Esperança e Vila das Antenas, com os programas Fica Vivo! e Mediação de Conflitos. No ano seguinte foi inaugurado o CPC São Benedito, cuja atuação abrange todo o município, por meio dos programas Ceapa e Presp. Já o CPC Via Colégio teve inauguração em 2008, reunindo os programas Fica Vivo! e Mediação de conflitos, para atender aos bairros Via Colégio/São Benedito, São Cosme e Alto São Cosme.

Dentre os projetos e ações realizados pelos programas de prevenção no município estão: Mostra Cultural, Festival de Pipas  e Tarde cultural, realizados pelo Programa Fica Vivo!; Projeto Jovens Fazendo Arte e  Projeto Lixo: Geração de renda, uma nova esperança do Programa Mediação de Conflitos; além dos Fóruns Comunitarios e Seminários Municipais realizados pelas equipes dos três Centros de Prevenção a Criminalidade.

Hoje, os três CPCs contam com 44 funcionários, dentre gestão, técnicos, estagiários, serviços gerais, auxiliares administrativos, motoristas e vigilantes.

 
CPC Palmital
Rua Etelvino Souza Lima, 2.401
Palmital – Santa Luzia/MG
(31) 3635-6831 | 4647
 
CPC São Benedito
Rua Pirajá, 1081
São Benedito – Santa Luzia/MG
(31) 3637-2220 | 1061
 
CPC Via Colégio
Rua Bahia, 136, 782
Via Colégio – Santa Luzia/MG
(31) 3637-3570 | 3636-8725

Fotos:

ManiFesta (Crédito: Paulo Proença) ManiFesta (Crédito: Paulo Proença) ManiFesta (Crédito: Paulo Proença) ManiFesta (Crédito: Paulo Proença) ManiFesta (Crédito: Paulo Proença)

CPC Vespasiano - Morro Alto Expandir

O Centro de Prevenção à Criminalidade (CPC) Morro Alto, em Vespasiano, município da Região Metropolitana de Belo Horizonte, foi inaugurado em 2005. Nele, são executados os programas Fica Vivo! e Mediação de Conflitos, que beneficiam os moradores dos bairros Morro Alto, Nova Pampulha e Novo Horizonte.

Entre os projetos desenvolvidos pelas equipes técnicas pode-se destacar, entre outros: ‘Inclusão Digital’, ‘Flores que Transformam’, ‘Fórum Comunitário’, ‘I Seminário de Promoção da Cultura de Paz de Vespasiano’, ‘1º Torneio de Integração’.   

A equipe do Centro de Prevenção é composta por 12 pessoas dentre gestão, técnicos, estagiários, auxiliares administrativos, motoristas e vigilantes.
 

CPC Vespasiano
Av. Existente, 1.447
Morro Alto – Vespasiano/MG
(31) 3621-1191 | 2516

Fotos:

Interior Expandir

CPC Governador Valadares Expandir

 As atividades dos Centros de Prevenção à Criminalidade (CPCs) de Governador Valadares, na região do Vale do Rio Doce (Nordeste) de Minas, foram iniciadas em 2005, quando os programas de prevenção à criminalidade Ceapa e Presp começaram a funcionar no município. No ano seguinte, foi a vez da região do bairro Turmalina receber os programas de base comunitária Fica Vivo! e Mediação de Conflitos. Além do Turmalina, esses programas atendem também ao bairro Planalto.

Dentre as atividades desenvolvidas pelas equipes técnicas dos CPCs estão: ‘Passeios Ciclísticos’, ‘Festival de Capoeira’ e ‘Fóruns Comunitários do Fica Vivo!; ‘Audiências Públicas’ e a ‘capacitação profissional de egressos’ promovidos pelo Presp; projetos temáticos de meio ambiente, o ‘Qualificar’ e o ‘Girassol’ realizados pela Ceapa; e os projetos ‘Como os nossos pais’ e ‘Escuta’ do programa Mediação de Conflitos. Destaque especial para os premiadosJuventude e Atitude’ (Fica Vivo!), ‘Cidadania para Todos’ (Mediação) e Somos Atores de Nossa História’, do Presp.
 
Entre gestão, técnicos sociais, estagiários, auxiliares administrativo, vigias, serventes e motoristas, os dois CPCs de Governador Valadares contam hoje com 28 funcionários.

CPC Centro - Valadares
Rua Pedro Lessa, 360
Lourdes – Governador Valadares/MG
(33) 3273-3261 | 3272-5095

CPC Turmalina
Av. Coqueiral, 176
Turmalina – Governador Valadares/MG
(33) 3221-9250 | 3272-9838

 

Fotos:

Oficina de capoeira - Fica Vivo! em GV (Crédito: Ana Carolina Jácome Oficina de grafite do Fica Vivo! em GV (Crédito: Ana Carolina Jácome Oficina de Break, em GV (Crédito da foto: Ana Carolina Jácome) Oficina de grafite do Fica Vivo! em GV (Crédito: Ana Carolina Jácome Oficina de taekwondo, em GV (Crédito da foto: Ana Carolina Jácome)

CPC Ipatinga Expandir

Os Centros de Prevenção à Criminalidade (CPCs) de Ipatinga foram inaugurados em outubro de 2005 pela Secretaria de Estado de Defesa Social, por meio da então Superintendência de Prevenção à Criminalidade (atual Coordenadoria Especial de Prevenção à Criminalidade – CPEC). O CPC Centro recebe os beneficiários de toda a cidade encaminhados para as atividades do Presp e da Ceapa, já o CPC Bethânia atende à comunidade do bairro– regional VI da cidade – e entorno, com os programas Fica Vivo! e Mediação de Conflitos.

Durante este ano, diversas ações e projetos foram desenvolvidos pelos CPCs, dentre os quais: projeto Fortalecendo Vínculos, que contou com a participação dos quatro programas de prevenção social à criminalidade; e os encontros trimestrais com a rede parceira. Ao longo deste ano foram realizados quatro reuniões que além da as instituições locais, também mobilizaram equipes de todos os programas de prevenção social à criminalidade do município.
 
Entre gestora, técnicos sociais, estagiários, auxiliar administrativo, vigias e motoristas, os dois CPCs de Ipatinga somam, hoje, 30 funcionários.
 

CPC Centro - Ipatinga
Rua Januária, 156
Centro – Ipatinga/MG
(31) 3827-7251 | 7002 | 3829-8493 | 8606

CPC Betânia
Av. Gerasa, 3.251
Betânia – Ipatinga/MG
(31) 3827-3748 | 3795 
 

Fotos:

Oficina de bordado, em Ipatinga. (Crédito: Ana Carolina Jácome) Oficina de bordado, em Ipatinga. (Crédito: Ana Carolina Jácome) Oficina de bordado, em Ipatinga. (Crédito: Ana Carolina Jácome) Oficina de bordado, em Ipatinga. (Crédito: Ana Carolina Jácome) Oficina de bordado, em Ipatinga. (Crédito: Ana Carolina Jácome)

CPC Juiz de Fora Expandir

O Centro de Prevenção à Criminalidade (CPC) de Juiz de Fora foi inaugurado oficialmente pela Secretaria de Estado de Defesa Social em setembro de 2005, quando as equipes técnicas dos programas Central de Acompanhamento de Penas e Medidas Alternativas (Ceapa) e Programa de Inclusão Social de Egressos do Sistema Prisional (Presp) iniciaram suas atividades na região.

A equipe do CPC é formada por 18 pessoas, envolvendo gestão, técnicos sociais, estagiários e auxiliares administrativos. Entre os principais projetos do CPC estão: ‘Grupo de Inclusão Social’ (GIS), ‘Construindo a Liberdade’, ‘Café com Elas’ e ‘Trabalho Real’, todos do Presp. Da Ceapa, podem ser destacados os projetos ‘Alternativa Legal’ e os grupos ‘Laços’ e ‘Vida’.
 
CPC Juiz de Fora 
Rua Marechal Deodoro, 230, sala 503
Centro – Juiz de Fora/MG
(32) 3212-9714 | 2544 | 8871

 

 

 

Fotos:

CPC Montes Claros Expandir

O município da região Norte de Minas Gerais conta, atualmente, com três Centros de Prevenção à Criminalidade (CPCs), nos quais os programas Central de Acompanhamento de Penas e Medidas Alternativas (Ceapa), Fica Vivo!, Mediação de Conflitos e Programa de Inclusão Social de Egressos do Sistema Prisional (PrEsp) realizam suas atividades.

Sede dos programas de ação municipal (Ceapa e Presp), o CPC Centro foi o primeiro a ser inaugurado na cidade, em dezembro de 2005. No ano seguinte foi inaugurado o CPC Santos Reis, onde funcionam o Fica Vivo! e o Mediação de Conflitos. Em julho de 2008 chegou a vez do CPC Cristo Rei, também de base local, contando com equipes do Mediação de Conflitos e do Fica Vivo!.

Dentre os projetos e ações realizados pelos programas de prevenção no município estão: ‘Fica Vivo em Movimento’ e ‘Cinema Vivo’, do programa Fica Vivo!; ‘Seguir na direção’ e ‘Projeto Vigilantes da vida’, realizados pelo Ceapa; Projeto ‘Semeando Cidadania’ e o Curso ‘Multiplicadores dos princípios da mediação’, do Programa Mediação de Conflitos. Outro recente destaque, o projeto ‘Meu Castelo’, realizado pelo CPC Santos Reis, em 2012, foi fruto da parceria entre Fica Vivo! e Mediação de Conflitos.

A equipe Política de Prevenção Social à Criminalidade, em Montes Claros, conta hoje com 42 pessoas, incluindo gestor, técnicos, estagiários, auxiliares administrativos, serviços gerais e motoristas.

 

CPC Centro - MOC
Av. Correa Machado, 1.036
Centro – Montes Claros/MG
(38) 3229-3521

CPC Cidade Cristo Rei
Rua Jequitinhonha, 107
Alto São João – Montes Claros/MG
(38) 3224-3009 | 3215-1897

CPC Santos Reis
Av. João XXIII, 2.015
Santos Reis – Montes Claros/MG
(38) 3212-7622 | 8116
 

 

Fotos:

Curso de formação para o trabalho Seminário de Capoeira em Montes Claros Seminário de Capoeira em Montes Claros Projeto Mãos que Transformam, em Montes Claros Curso de gestores em Montes Claros

CPC Uberaba Expandir

O município do Triângulo Mineiro conta, atualmente, com dois Centros de Prevenção à Criminalidade (CPCs). Ambos foram inaugurados em outubro de 2007, mas o CPC Centro abriga os programas de base municipal (Ceapa e Presp) e o CPC Abadia os de base local (Fica Vivo! e Mediação de Conflitos).

Dentre as ações desenvolvidas pelo CPC Centro, pode-se apontar a realização do ‘Grupo de Estratégia de Cumprimento’ (GEC), os encontros com a rede parceira e o ‘Grupão’ com os egressos do sistema prisional. Cumpre destacar que os usuários encaminhados ao CPC Centro são da Vara de Execução Criminal (VEC), 1ª, 2ª e 3ª Vara Criminal e 1ª e 2ª Vara da Subseção Federal de Uberaba (Justiça Federal) – a partir de janeiro de 2013, o CPC também receberá pessoas do Juizado Especial Criminal de Uberaba (JESP).

Quanto à atuação do CPC Abadia, que atende às comunidades dos bairros Abadia, Costa Telles I e II, Gameleira I e II, Cartafina, Leblon, Parque São Geraldo, Vila Esperança e Vila Paulista, pode ser destacada a realização dos projetos ‘III Mostra Cultural‘, ‘I Concurso de Desenho e Redação‘, ‘IV Torneiro Esportivo‘ e o ‘III Fórum Comunitário‘.

Com relação à composição da equipe, os dois Centros contam, atualmente, com 21 pessoas, dentre gestão, técnicos, estagiários, serviços gerais, motoristas e vigilantes.

CPC Centro - Uberaba 
Rua Afonso Rato, 272
Centro – Uberaba/MG
(34) 3321-99253 | 3314-8751

CPC Abadia
Rua Caetés, 74
Jardim América – Uberaba/MG
(34) 3322-5800 | 5276

Fotos:

NPC Uberaba NPC Uberaba NPC Uberaba

CPC Uberlândia Expandir

O município do Triângulo Mineiro conta, atualmente, com dois Centros de Prevenção à Criminalidade (CPCs), onde os programas Ceapa, Fica Vivo!, Mediação de Conflitos e Presp realizam suas atividades.

Inaugurado em 2005, o CPC Uberlândia Centro atende aos usuários da Ceapa e do Presp que residem na cidade. No CPC Morumbi, inaugurado em 2009, as equipes técnicas do Fica Vivo! e do Mediação de Conflitos atendem à comunidade local e dos bairros Dom Almir, Alvorada, Zaire Resende, Joana D’Arc, Celebridade, Prosperidade e São Francisco.

Dentre os projetos e ações realizados pelos programas de prevenção no município estão: ‘Vida Segura’, ‘Ponto de Saber’, ‘Roda de Conversa’ e os grupos temáticos de drogas e de gênero desenvolvidos pela Ceapa; e ‘Seminário técnico’, ‘Mostra Cultural’ e torneios esportivos realizados pelo programa Fica Vivo!; ‘Grupo com Egressas’, ‘Grupo de Dilação’, ‘Projeto Dialogar’ e ‘Projeto Paranauê’ do Presp.

Os dois CPCs contam com 34 funcionários dentre gestão, técnicos sociais, estagiários, auxiliares administrativos, vigias e motoristas.
 

CPC Centro - Uberlândia
Av. Getúlio Vargas, 1.533
Tabajaras – Uberlândia/MG
(34) 3210-6448 | 3224-5430 

CPC Morumbi
Rua Couvual, 259
Morumbi – Uberlândia/MG
(34) 3212-9188 | 3216-8807

Fotos:

Grupo de finalização - PrEsp Uberlândia Oficina de futebol, no NPC de Uberlândia (Ana Carolina Jácome) Oficina de violão no NPC Uberlândia (Ana Carolina Jácome) Oficina de violão no NPC Uberlândia (Ana Carolina Jácome) Oficina Orquestra de violão, no NPC Uberlândia (Ana Carolina Jácome