Notícias

Palavras que libertam

Projeto Reinvenção do PrEsp Contagem leva poesia aos pré-egressos da Nelson Hungria

Contribuir para a inclusão dos pré-egressos do Complexo Penitenciário de Segurança Máxima Nelson Hungria por meio da poesia. Esta é a proposta inovadora do Projeto Reinvenção, uma iniciativa-piloto do Programa de Reintegração do Egresso do Sistema Prisional (PrEsp) do Núcleo de Prevenção à Criminalidade (NPC) de Contagem. O projeto trabalha a socialização por meio de reflexões temáticas que buscam construir espaços de interação e reintegração social através da poesia.

A metodologia do projeto, que foi idealizado pelo assistente social, rapper e poeta Daniel Péricles Arruda, baseia-se no fortalecimento das relações interpessoais dos pré-egressos, com vistas à redução das vulnerabilidades sociais e pessoais, dos fatores de risco e dos estigmas que, em alguns casos, resultam na reincidência criminal.

Daniel já trabalhou em parceria com o NPC em outros projetos. A ideia do Reinvenção é realizar atividades em grupo, de cunho cultural e reflexivo, como forma de possibilitar um ambiente de pertencimento e reconhecimento aos pré-egressos envolvidos.

No primeiro encontro, foi aberto espaço para ouvir os participantes, como forma de identificar as expectativas e construir, em conjunto, as temáticas das oficinas que, segundo Daniel, é uma das partes mais importantes do projeto.

As oficinas acontecem quinzenalmente em espaço disponibilizado pela administração da penitenciária. Cada encontro tem uma temática específica, como amor, família, liberdade e sociedade, além de contar com materiais facilitadores, como textos, poesias, músicas e recursos audiovisuais.

Segundo Daniel, há uma multiplicidade de atividades durante a execução do projeto, como leitura de poesias e textos, dinâmicas de interação/reflexão, exibição de vídeos e músicas, registros e/ou anotações para estimular a escrita acerca das temáticas dos encontros. “Além disso, poeticamente dizendo, é realizada também a atividade de ‘pensar sem muros’, que são exercícios para provocar, estimular e desenvolver a imaginação”, explica.

Em relação aos resultados futuros, para Daniel Péricles e toda a equipe técnica do PrEsp envolvida no Reinvenção, as maiores expectativas são possibilitar aos pré-egressos espaços de valorização enquanto ser social e também um diálogo com si próprio e seus sentimentos já que este é, para eles, um momento de retorno ao contexto familiar, social e econômico.

" (...) o bom acabou, eu caí,
amigos cadê, não sei, não vi,
o dinheiro também acabou,
até fome eu senti.
Estou de volta ao início,
abraços, carinho, alimento,
família...
é o meu sustento."

Escrito por Ednardo Rubner da Silva Souza, pré-egresso da Nelson Hungria
 

Comentários

  1. 01/09/2012 08/0857
    Ednardo Rubner
    OLa pessoal, eu ja estou na rua e estou trabalhando com Arte, faço Pintura em telas... acompanhem meus trabalhos no meu Facebook! Ednardo Rubner
  2. 28/11/2011 14/0239
    joseph
    e ai primo tranquilo gostei do seu poema logo logo vc estara na rua conosco... tranquilidade ai mano..... e nois marajo.....
  3. 01/05/2010 17/0502
    Layane vitória F. Ramos
    Daniel gosto muito do seu trabalho com os egressos, porque você mostra um ato exemplar, para mim, para você mesmo, e para todos nós. Espero que quando esses egressos tiverem em liberdade eles levem tudo isso para o seu dia a dia, que eles e seus filhos fiquem felizes, por saber o que seu pai aprendeu de bom quando estava preso, que Deus abençoe a sua vida Daniel imensamente, porque você esta cumplindo a sua missão, nunca desista dela pois Deus esta contigo. Como criança, já sei reconhecer a grandeza desse projeto, e dou os parabéns por esse projeto maravilhoso a você e ao PrEsp. "Os céus declaram a glória de Deus eo firmamento anuncia a obra das suas mãos." salmo 19:1
  4. 01/05/2010 16/0448
    Luciana Patricia Arruda Ramos
    Fico muito feliz com projetos como esse, visando o bem maior do ser humano atraves de oportunidades e iniciativas que o mundo da poesia entrega a cada um, ou seja fazer por onde a integração desses pré-egressos na sociedade,seja um grande acontecimento não só na vida dos egressos e seus familiares,como na vida vida dos idealizadores desse grande projeto..parabéns a todos do pr esp,e ao raper,poéta,assistente social Daniel Péricles Arruda, por te acreditado nessa causa, e se dedicado de coração... um grande beijos a todos e fiquem com Deus...
  5. 21/04/2010 20/0824
    PATRICIA DA SILVA PINTO
    Parabéns à Equipe técnica do PrEsp que teve a criatividade e a iniciativa em reinventar a metodologia de trabalho com os pré-egressos. Parabéns a todos, em especial ao Daniel Pericles companheiro de profissão. E todos nós sabemos que o dilema "punir ou reintegrar" ainda é um mito e um estigma social no mundo contemporâneo. Mas do que estar preso a exclusão social marginaliza e leva à prisão, lugar em que o agora não mais excluido e sim delinquente será submetido a um processo de "reeducação", para retornar a sociedade. O condenado passa da condição de cidadão portador de direitos e deveres para a de devedor para com essa socioedade, o que ocorre é uma mudança de valores, pois o cidadão é levado ao mundo do crime por uma sociedade que lhe tira as condições de viver dignamente e, depois cobra o que não lhe ofereceu. Para quitar essa divida é afastado da sociedade, permanecendo fisicamente preso. Isto porque acredito que projetos como este ultrapassam qualquer instituição de privação de liberdade, a liberade é maior do que podemos imaginar, a liberdade do aprendizado, da expressão, do conhecimento, do protagonismo, estes ninguem tira e nem priva. Patricia da Silva Pinto Assistente Social - Especialista em Politicas Públicas Diretora de Atendimento do Centro de Atendimento ao Adolescente
  6. 21/04/2010 20/0822
    Cristiana Letícia
    Talvez essa seja uma oportunidade para os pré-egressos repensarem os erros do passado de maneira digna, e não humilhante. Parabéns ao PrEsp pela iniciativa.
  7. 21/04/2010 18/0656
    Polanna Mirela
    Oiii Daniel, Parabéns, o projeto é uma forma de dar ao sujeito um espaço de escuta diferenciada, de dizer de seu estado emocional e como este se sente em relação ao mundo, de falar de suas questões, de sua condição, usando como recurso a poesia. O projeto vai ser um sucesso. Bjus
  8. 19/04/2010 15/0341
    Tatiana Aracy Lima
    Daniel, você é uma inspiração para os futuros assistentes sociais. Em seu caminho sempre haverá estrelas e frutos a colher. Parabéns!!!! Sou sua Fã.
  9. 15/04/2010 21/0921
    Norma Rosimere
    Daniel, por onde você passa deixa marcas boas. Parabéns a você e todos da equipe pelo Projeto. Vejo como um gesto de cidadania, profissionalismo, compromisso social, além de demonstração e despertar de talentos... sucesso para todos.
  10. 14/04/2010 15/0322
    Karla Cristiane
    Parabéns à Equipe técnica do PrEsp que 'reinventou' o modelo de intervenções passíveis e possíveis aos pré-egressos. É isso aí... a palavra fala... a palavra 'para'... a palavra cura! Sucesso!!
  11. 13/04/2010 20/0844
    Ana de Cássia
    Daniel, Parabéns por essa tão bela iniciativa. Acredito muito neste tipo de proposta, em que se dá voz e vez a quem é de direito. Neste caso, em meio à prisão, com certeza, essas pessoas estão tendo a oportunidade de refletirem sobre a liberdade perdida e que vislumbram alcançar novamente de maneira sentida e pensada. Quer caminho melhor! Essa empreitada tem tudo haver. Abraço forte e o desejo sincero de tudo de bom pra você.
  12. 11/04/2010 13/0100
    Maria Clara M. Braga
    ei Dani, sempre na atividade né? Parabéns pelo trabalho! Que bom que vc tem esse dom.
  13. 11/04/2010 12/1252
    Jaqueline Lago (Professora de Serviço Social e AS da PBH)
    Olá Daniel e Pessoal do Projeto Reinvenção do PrEsp Contagem! Gostaria de registrar a minha satisfação em ver tão bela iniciativa, de valorização social e encontro através da poesia! Sabemos da dificuldade que é trabalhar com a "inclusão" de egressos, tanto do Sistema Socioeducativo quanto do Prisional, pois o estigma de nossa sociedade é assustador! Sugiro trabalharem o filme que está centrado nessa temática: "Os Acorrentados" ou "Shackles". Sinopse: Ben consegue um emprego de professor na penitenciária Riker Island. Enquanto isso, Gabriel, um traficante de drogas de 17 anos, é preso e levado para a mesma prisão. A história deles se encontra em meio à poesia. PARABÉNS E SUCESSO SEMPRE...
  14. 09/04/2010 22/1007
    Mariana
    Daniel, como sempre mostrando coisas bonitas que são feitas por você, não é verdade? Parabéns e sucesso sempre!
  15. 08/04/2010 19/0718
    Ana Lúcia Moura
    Daniel quero parabenizar pelo projeto. O seu comprometimento com a causa e o Serviço Social e estimulante. De maneira dinâmica, dedicada você possibilita a realização de sonhos. Continuem assim sendo o “insistente social” em busca da valorização da pessoa humana e da valorização da profissão. Ana Lúcia Moura
  16. 08/04/2010 19/0709
    Ana Lúcia Moura
    Ednardo parabéns pelo lindo poema espero ler mais poesias suas. A escrita nos permite desabafar, abrirmos o coração e nos aproximarmos dos outros ou, simplesmente, para aliviarmos a alma. Fique com Deus. Ana Lúcia
  17. 06/04/2010 16/0455
    Nadir A. Duque
    Oi Ednardo, parabéns muito bom, continue escrevendo, pois na medida que escrevemos algo é que nos descobrimos. Fique com Deus. Nadir

Deixe um comentário